Time Lwart·10/05/2021·8 minutos

Maio Amarelo: programa Volta Segura ajuda a zerar o índice de acidentes em 2021

Lançado em 2014, o Volta Segura desenvolve ações mensais para promover a cultura de segurança entre os 350 motoristas da Lwart Soluções Ambientais

Preocupada com o aumento de vítimas de acidentes de trânsito no mundo, a Assembleia Geral das Nações Unidas lançou, em 2014, uma campanha global de prevenção e conscientização sobre segurança no trânsito. Cerca de 30 países aderiram ao movimento e, aqui no Brasil, o Maio Amarelo vem ganhando mais importância a cada ano. E não é para menos: o país registra em média 30.000 mortes causadas por acidentes anualmente. Ou seja, 80 pessoas morrem por dia nas ruas e estradas brasileiras, vítimas, em 90% dos casos, da imprudência de motoristas.

Trânsito seguro é prioridade da Lwart

Para nós, da Lwart Soluções Ambientais, a segurança e a conscientização dos motoristas sempre foi uma prioridade. Foi por causa disso que criamos o Programa Volta Segura com o objetivo de estimular atitudes responsáveis na condução dos nossos veículos, contribuindo assim para a proteção desses profissionais, e de toda a sociedade, em busca de um trânsito cada vez mais seguro.

O Volta Segura foi lançado em 2014 e não se limita ao Maio Amarelo. É um programa que se estende por todo o ano, com ações realizadas a cada mês com o objetivo de promover a cultura de segurança entre os 350 motoristas da Lwart. Diariamente, mensagens são enviadas para os grupos do Volta Segura no whatsapp e é através delas que procuramos mostrar as perdas provocadas pelos acidentes e a importância da prevenção - explica Matheus Puntel de Almeida, engenheiro de segurança do trabalho da Lwart.

A variedade dos tópicos já abordados no programa é extensa. Vai de assuntos mais generalistas como meio ambiente e saúde física e mental dos condutores até temas específicos como direção defensiva, procedimentos para manobra segura, Alerta Motorista e Eu cuido de você e você cuida de mim, por exemplo. A cada mês um novo tema é escolhido e as técnicas de mobilização da equipe incluem ações interativas e quiz de avaliação de conhecimento. As mensagens enviadas por celular têm fotos, vídeos, curiosidades, áudios, sempre sobre os temas relacionados à segurança.

Os resultados são bastante animadores. A Taxa de Gravidade, que determina quanto tempo de trabalho uma empresa perde em função dos acidentes em um determinado período, foi reduzida de 225 em 2013 para 45 no ano passado. Nos quatro primeiros meses desse ano os números melhoraram ainda mais e nenhum acidente foi registado – isso mesmo, TG igual a zero - o que comprova a eficiência do programa e do relacionamento entre a empresa e seus colaboradores. 

Motoristas apoiam o programa

Motoristas coletores de óleo lubrificantes e motoristas da logística da Lwart também reconhecem o esforço da companhia, se mostram solidários nas ações e animados com os resultados.

Luiz Claudio Simone, 31 anos de Lwart, é multiplicador do programa no centro de coleta de Osasco, onde atuam cerca de 50 motoristas. Ele se orgulha de, mesmo com tanto tempo de direção, não ter hoje um só ponto em sua CNH. “Eu era muito ansioso, queria chegar rápido, hoje sou mais calmo, entendi que para dirigir nas grandes cidades é preciso ter paciência, estar seguro, se sentir bem e lembrar sempre que tem uma família esperando a gente em casa”, afirma. Simone comenta ainda a importância do programa:

- O Volta Segura levanta pequenos detalhes que evitam acidentes. Cuidados que podem passar despercebidos no dia a dia. Não pode pular da lateral do caminhão, o pé sujo de óleo pode escorregar dos pedais, o freio motor não deve ser usado em pistas molhadas, coisas que são importantes para garantir a segurança de todos.

José Carlos Natal Pereira, há 14 anos na Lwart, em Lençóis Paulistas, também participa do Volta Segura desde o lançamento. Ele destaca a comunicação diária por WhatsApp, como uma ideia eficaz para o trabalho. “A gente aproveita para ler na hora do almoço. Eu já fiz vários cursos de segurança e direção defensiva, mas é sempre bom relembrar tudo isso”, afirma.

Natal nunca sofreu um acidente grave. Ele lembra que, quando isso acontece com algum motorista da Lwart – o que felizmente é cada vez mais raro -, o grupo se reúne para discutir a forma como o poderia ter sido evitado. “Acidentes não acontecem por acaso, por obra do destino, por azar. Quase sempre existe o fator humano, quase 100% poderiam ser evitados. E o Volta Segura tem dado muito apoio para nossa segurança”, conclui.

Comentários